novobasquete-brasil-segundona-4-clubes

lnbA Liga Nacional de Basquete (LNB) anunciou nesta quarta-feira, via assessoria de imprensa, que apenas quatro equipes disputarão a segunda divisão do Novo Basquete Brasil (NBB) a partir de fevereiro deste ano. Sport (PE – na foto à esquerda), Campo Mourão (PR), Lins (SP – na foto à direita) e Rio Claro (SP) se candidataram, enviaram as documentações e vão participar da competição cujo regulamento e formato serão definidos em 23 de janeiro. Como todo mundo sabe, o campeão da Série B do NBB joga a elite em 2014/2015, com os dois piores do NBB6 caindo para a segunda divisão.

Olha, em primeiro lugar temos o óbvio: o número de times é de fato muito, muito baixo. Esperava, talvez com uma boa dose de otimismo, de 8 a 10 times querendo entrar na segunda divisão. Ter quatro equipes mostra muito bem qual o estado do basquete hoje de um modo particular (nível baixo, produto ainda em construção e pouca visibilidade) e, extrapolando a esfera da modalidade, a quantas anda o interesse de empresas em patrocinar equipes esportivas (vide os recentes casos do decantado vôlei). Há milhões de razões para isso (gestão ruim, falta de informação ao patrocinador sobre retorno do investimento, dirigentes pouco preparados etc.), e acho que nem cabe aqui entrar na discussão, que é bem ampla. O fato é: o número certamente não é o que ninguém esperava, mas ele (o número) talvez tenha refletido exatamente o patamar em que o nosso querido basquetinho está em 2014.

Fonte: Bala na Cesta, na opinião de Fábio Balassiano

#EsporteAlagoas #BalanaCesta #Basquete #NBB #LNB #BasqueteBrasil

Comentários

comentários