Handebol-garoto-morre-trombose-campeonato-brasileiro
Foto: Reprodução / Internet
Foto: Reprodução / Internet
Foto: Reprodução / Internet

Uma notícia triste no mundo do Handebol. O estudante Matheus Yukio (17), que era jogador amador de handebol, morreu na manhã da última sexta-feira, em Goiânia, devido a uma trombose venosa profunda – doença provocada pela coagulação do sangue -, como informou a assessoria de imprensa do Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira. O jovem ficou internado em estado grave por dois dias após se machucar disputando o Campeonato Brasileiro Escolar de Handebol.

Natural de Roraima, Matheus jogava pelo Sesc de Boa Vista e deixou a quadra depois de uma disputa de bola com um adversário, que atingiu sua virilha, fazendo-o cair no chão. Sato recebeu os primeiros atendimentos ainda no ginásio estadual de Trindade, na Região Metropolitana de Goiânia, onde a competição nacional era sediada.

Ainda segundo o hospital, o jovem sofreu cirurgia e registrou melhora na quinta-feira, porém voltou a piorar na sexta, quando faleceu ao meio-dia. A assessoria do Hugol informou que os médicos não descartam que Matheus portasse uma doença sistêmica genética sanguínea e hereditária. A família do jogador chegou a Goiânia na sexta-feira, quando o corpo foi levado ao Institulo Médico Legal (IML).

A competição, que teve início no dia 16 de outubro e terminou na última quarta, servia como seletiva para o Mundial de Handebol de Rouen, na França, em 2016. A lesão de Matheus Sato aconteceu na disputa pela medalha de bronze, que acabou com uma equipe de Minas Gerais.

A má notícia chegou à entidade que regula o handebol no Brasil.

A Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), com pesar, oferece neste momento de saudade e dor nosso apoio e solidariedade à família e amigos do estudante Matheus Yukio Sato, que faleceu nesta sexta-feira (23). Que Deus dê força e abençoe sua família, e conforte os corações de seus entes queridos”, escreveu o presidente da CBHb, Manoel Luiz Oliveira.

Por Gazetaesportiva.net

Comentários

comentários