IFAL-esporte-alagoas2
Andrew foi decisivo no jogos da semi e final (Foto: Sem Firulla)
Andrew foi decisivo no jogos da semi e final (Foto: Sem Firulla)

Os craques do “PSG Alagoano” bateram o IFMG de virada pelo placar de 5×2. O campeonato foi realizado em Foz do Iguaçu-PR. A equipe alagoana do IFAL (Instituto Federal de Alagoas) venceu agora a pouco a partida da grande final dos JIF (Jogos dos Institutos Federais), garantindo o tírulo da competição.

COMEÇANDO PERDENDO

Começar perdendo em jogo de mata-mata, é complicado demais para quem está jogando. Pior ainda se for numa final. A equipe do IFMG, tal como a do Ceará, vendeu caro a derrota e começou na frente marcando 1×0. Com o time mais acertado em campo e com uma postura mais ofensiva, os mineiros marcaram mais um, fazendo 2×0 para desespero do técnico Joubert Rodrigues.

Só no segundo tempo o time alagoano conseguiu mostrar para que veio na competição. A reação começou com Andrew, o jovem de 17 anos que saiu do banco novamente para guardar seu gol. A reação não parou por aí, Madson empatou o jogo e forçou a prorrogação da partida, deixando o jogo dramático para ambos os lados. Após ceder o empate, a equipe mineira ficou sem forças para manter o nível de jogo. O jogo foi para a prorrogação e o que se viu foi uma avalanche alagoana, que não deu espaço para os mineiros desempenharem seu futebol, e o meia Tonico tratou de deixar os alagoanos na frente do placar, dando mais tranquilidade.

Com o placar adverso, o IFMG teve que partir para cima em busca do empate, mas deixava espaço, e o garoto Andrew, rápido e habilidoso, soube aproveitar bem a bobeira da defesa e marcou seu 2º gol na partida, praticamente “fechando o caixão” dos mineiros. O gol que acabou de vez com os mineiros saiu do pé de Tonico, de novo ele, fechou a goleada por 5×2 e deu o título de Campeão Brasileiro de IF’s ao IFAL (o “PSG alagoano”).

Tido como o franco favorito, o IFAL jogou como nunca e garantiu esta vitória importante e o título nacional dos institutos federais. Essa foi a 2ª conquista de Brasileiro do IFAL, a primeira foi em 2008, no Ceará, onde a geração de Jadson, Tales, Luiz Mariano e companhia venceram pela primeira vez a competição Sub-21 dos Institutos Federais Brasileiros.

 

Comentários

comentários